Conselho Curador tem nova presidência


O Conselho Curador da Fundação Josué Montello, em reunião nesta quarta-feira (19), empossou dois novos conselheiros para seu quadro: os professores Jadir Lessa Machado (Departamento de Psicologia) e Patrícia Abreu (Departamento de Medicina), ambos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), que passam a integrar o quadro do colegiado como suplentes.


Foram conduzidos ainda à condição de titulares os conselheiros Antônio Raposo Filho e Alcione Miranda. Na mesma reunião, foi escolhida por meio de voto a nova composição da presidência do Conselho, sendo eleita de forma para a presidência a conselheira Regina Celi Miranda Reis Luna, enquanto Fátima Fontelles, assumiu a vice-presidência do órgão. Ambas com reconhecido trabalho em prol da educação no Maranhão.

Regina Luna foi vice-reitora da Universidade Federal do Maranhão onde também desempenhou a função de pró-reitora; foi gestora na área de educação no Estado; coordenadora da 47ª Reunião da SBPC; além de deter um vasto conhecimento na gestão de fundações de apoio. Fátima Fontelles foi chefe da Assessoria de Convênios da UFMA e também tem trabalho de grande reconhecimento na educação no Maranhão, onde foi Secretária Estadual de Educação.


Para a diretora-presidente da Fundação Josué Montello, Maria de Jesus Jorge Torres, a FJMONTELLO é privilegiada por ter em seu Conselho Curador profissionais de tão rica história. “Tenho certeza que a Fundação ganha ainda mais com a condução de tão importante Conselho sendo feita por duas conselheiras que, além de todo o histórico pessoal, também mantém uma história de muito comprometimento junto à nossa Fundação”, ressaltou.


Em um segundo momento da reunião, a superintendente da Fundação, Maria Ocirema Oliveira, discorreu sobre o processo que vem sendo discutido em todo o Brasil, com base na lei nº 13.800 de janeiro de 2019, sobre a participação das fundações de apoio nos Fundos Patrimoniais. A Superintendente enfatizou as possibilidades e adequações necessárias e para viabilizar a criação e o processo de gestão desses fundos que são provenientes de doações da iniciativa privada e que, no caso da FJMONTELLO, podem ser destinados, por exemplo, a projetos da UFMA.


Hoje, existem 28 Fundos Patrimoniais atuantes no país.


Fundos Patrimoniais - também conhecidos como endowment funds ou fundos filantrópicos, são fundos de caráter permanente formados por recursos advindos de doações de pessoas físicas e/ou pessoas jurídicas, os quais são investidos no mercado financeiro (inclusive em fundos de investimento) por gestor profissional, sendo que os rendimentos auferidos são revertidos para projetos relacionados à finalidade social atrelada às doações.


A ideia central dos endowment funds é assegurar a perenidade no financiamento dos projetos que motivaram as doações, já que somente os rendimentos advindos do investimento no mercado financeiro dos recursos doados será utilizado para custeá-los. Deste modo, o dinheiro doado em si estará sempre sendo reinvestidos para garantir que haja capital suficiente para a continuidade da iniciativa. Dado à lucidez dessa estrutura, os fundos patrimoniais vêm ganhando relevância nos últimos anos dentro do contexto nacional, principalmente, pela necessidade de implementação de um suporte financeiro para projetos e instituições sem fins lucrativos, no longo prazo, de forma sustentável e organizada.

Reunião do Conselho Curador da Fundação Josué Montello

Professora Regina Celi Reis Luna eleita como presidente do Concelho Curador

A conselheira Fátima Fontelles ocupa a vice-presidência do CONCUR

O médico Antônio Raposo Filho passou a condição de conselheiro titular

Professores Patrícia Abreu e Ledir Lessa, respectivamente, passaram a fazer parte do Conselho Curador da Fundação Josué Montello




51 visualizações
CONTATE-NOS

Horário de Funcionamento

Segunda a Sexta-feira - 8h às 12h / 13h às 17h

 /

LOCALIZAÇÃO

Travessa do Currupira, 42 Centro

São Luís - Maranhão

CEP 65020-560

(98) 2107-7100 / 2107-7101

 

comunicacao@fjmontello.com.br

CONECTE-SE

Concepção e desenvolvimento: João Torres Jr.