...
top of page

FJMONTELLO inicia reestruturação de projetos sociais


O Núcleo de Projetos Sociais da FJMONTELLO está realizando reuniões com lideranças do bairro da Liberdade para a reestruturação das ações do projeto Biti-Orum que acontece há 10 anos na localidade com foco em jovens e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.


Atualmente, 17 instituições parceiras estão integradas à iniciativa. O objetivo das escutas é aumentar o acesso e a abrangência do projeto.


Uma das novas propostas de ação é incluir as crianças e adolescentes do bairro no processo de pertencimento ao maior quilombo urbano da América Latina, reconhecimento dado à Liberdade em 2019 pela Fundação Cultural Palmares.

Líderes comunitários como Nádia Cruz (Boi da Floresta); Airton Gouveia (Casa Ilê Ashé Ogum Sogbô); Regina Avelar (Boi de Leonardo), dentre outros, estiveram reunidos com a consultora de Projetos Sociais, Claudett Ribeiro, e o presidente da Fundação Josué Montello, Alcimar Nunes Pinheiro, para a discussão de novas propostas.


Novs Frente - Ainda na área social a FJMONTELLO busca outra importante parceria com o SESC, por meio da Coordenação dos Programas de Idosos da entidade para a efetivação de ações que possam ser integradas ao projeto Biti-Orum e, também, ao projeto Girassóis que é voltado a idosos. A ideia apresentada à coordenadora Adalgiza Zaidan é trabalhar a inclusão digital com a participação direta do SESC nos espaços socioeducativos dos projetos, com foco no cotidiano de seus usuários. Na Liberdade, a proposta é que a parceria atue ainda na mobilização dos homens para os autocuidados em saúde.

7 visualizações0 comentário
bottom of page