...
top of page

Programa Potências do Itaú Unibanco é lançado na UFMA com apoio da FJMONTELLO



A Fundação Josué Montello participou, na manhã desta terça-feira (03), do lançamento do Programa Potências, realizado em parceria com o banco Itaú Unibanco e a Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A solenidade teve lugar no Palácio Cristo Rei, sede da reitoria da UFMA.


O Programa de Bolsas de Permanência Universitária tem como propósito auxiliar estudantes cotistas (pretos, pardos e indígenas) matriculados em universidades públicas do país a permanecerem e concluírem seus cursos de graduação. A FJMONTELLO será a responsável por intermediar o processo de pagamento dos benefícios concedidos aos 129 alunos contemplados no Maranhão. Estes estudantes receberão R$ 960,00 mensais durante todo o período de seus cursos, cuja duração pode variar entre 4 e 6 anos. Para assegurar a continuidade do auxílio, alguns requisitos relacionados ao desempenho acadêmico, permanência no mesmo curso e frequência devem ser observados.


Conforme declarado pelo reitor da Universidade Federal do Maranhão, apenas os estados da Bahia, Pernambuco e Maranhão, este último com o maior número de estudantes beneficiados, foram contemplados pelo programa. Esta iniciativa promete gerar um impacto social extremamente positivo na vida desses estudantes, além de contribuir significativamente para reverter o processo de evasão.


Para a estudante Kaylane Chagas, do curso de Bacharelado em Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (BICT) da UFMA e uma das beneficiárias do programa, "o auxílio possibilitará a participação em diversas atividades, bem como a aquisição de livros e o custeio de transporte, o que tem sido um grande desafio em sua jornada diária", enfatizou.


O pró-reitor de Ensino da UFMA, Romildo Sampaio, destacou que a adesão ao Programa enfrentou uma série de obstáculos desde o seu início, mas que todos foram superados graças à atuação da Fundação Josué Montello.


Os pagamentos já foram iniciados e estão sendo efetuados, inclusive os valores retroativos desde o mês de março, quando a parceria foi celebrada.






7 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page